Mercado

Três nomes são cotados para assumir o cargo de treinador do Vasco

Segundo a ESPN, o Vasco trabalha com três possíveis nomes para o cargo de técnico em 2022. Veja quem pode substituir Fernando Diniz.

A Série B ainda não acabou, mas o Vasco já sabe que não tem mais chances de acesso. Consequentemente, começa a temporada de caça às bruxas, onde mídia e torcida, apontam os principais culpados pela fraca temporada do Gigante da Colina. O técnico Fernando Diniz foi um deles, e acabou deixando o cargo antes do fim da temporada. Com isso, a diretoria já corre atrás de técnicos no mercado, e três deles ‘saem na frente’ perante aos manda-chuvas vascaínos: Mano Menezes, Dorival Júnior e Zé Ricardo. A informação inicial é da ESPN.
 

Os três técnicos tem ao menos uma característica que o Vasco deseja para 2022. No caso de Mano Menezes, as duas conquistas de Série B por Grêmio e Corinthians, seriam um diferencial. O fato do treinador ter reerguido dois gigantes no momento mais delicado de sua história, pesa a favor de Mano internamente. Já no caso de Zé Ricardo, a experiência não é na segunda divisão, e sim no próprio Vasco, onde deixou boa impressão em 2017 e 2018. E Dorival Júnior tem as duas características. Foram duas passagens pelo Vasco, onde em uma delas, foi campeão da Série B em 2009.

E para o cargo de diretor de futebol do Vasco?

São quatro nomes cotados para a função. Ricardo Gomes, ex-treinador do Vasco, é nome forte para nova estrutura da diretoria. Seu nome é unanimidade no clube e ele está disponível. Anderson Barros, atualmente no Palmeiras, pode deixar o clube ao fim de 2021, e é mais um profissional na mira. Já correndo por fora, temos Eduardo Freeland, hoje no Botafogo e que deve continuar no rival vascaíno, e Alexandre Matos, que estaria fora do orçamento do Cruzmaltino.

Fonte: Torcedores.com