Talles Magno: "Foi muita garra e esforço para sair com a vaga"

Publicado em 19/02/2020 23:41

O Vasco passou um sufoco desnecessário, mas conseguiu a classificação na próxima fase da Copa Sul-Americana. O time de Abel Braga segurou o empate sem gols diante do Oriente Petrolero, da Bolívia, nesta quarta-feira, em Santa Cruz de la Sierra.

- Conseguimos sair com a classificação. Foi muita garra e esforço para sair com a vaga - disse Talles Magno, escolhido o melhor do jogo.

Com o empate a seu favor, o Vasco parecia não querer gastar energia à toa contra o Oriente Petrolero. Ao time boliviano apenas a vitória interessava, logo teria de propor o jogo. Um gol e levaria o jogo para os pênaltis. Para se classificar direto precisava vencer por dois de diferença. O time de Abel Braga necessitava apenas encaixar um bom contra-ataque.

Correu riscos ao longo do primeiro tempo na esquerda da defesa. Mas poucos chutes chegaram com perigo no gol de Fernando Miguel. Na etapa inicial, o goleiro praticamente não trabalhou.

A inferioridade técnica da equipe boliviana era evidente nas finalizações sem direção do Oriente Petrolero. Ainda assim rondava mais a área vascaína.

O goleiro adversário também não via seu gol tão ameaçado até os minutos finais da etapa inicial. Até que uma jogada despretensiosa de Talles Magno foi parar na trave. O chute colocado do atacante do Vasco voltou nas mãos de Banegas.

Logo depois foi Cano, autor do gol da vitória em São Januário, ter a chance de abrir o placar. Matou no peito, livrou-se da zaga e chutou. Mas foi para fora.

Faltando 45 minutos para se manter na Copa Sul-Americana, os bolivianos se jogaram ao ataque. Quase conseguiram numa trapalhada de Fernando Miguel logo no início. Na cobrança de falta de Carreño, o goleiro soltou a bola. No rebote, Salinas jogou para fora.

O Vasco continuou dando espaços para o adversário, mas faltavam recursos aos bolivianos para fazer o gol. Como no chute de Zoch, que recebeu de Castillo, e finalizou de primeira. Para fora. A melhor chance do Oriente Petrolero em toda a partida.

De qualquer forma, o Vasco corria mais perigo do que necessário. O time carioca teve a chance de confirmar a classificação na bonita jogada de Cano para Marrony, que finalizou bem, mas o goleiro Banegas defendeu.

O goleiro ainda salvou mais duas vezes em chute de Ribamar e de Cano na sequência.

Mas o risco continuava rondando e foi até o minuto final. Ribamar perdeu a bola e deu o contra-ataque ao adversário. No último lance do jogo, Bueno recebeu livre e soltou uma bomba no travessão de Fernando Miguel. Alívio para o time de São Januário.

Fonte: O Globo Online

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO VASCO

Vasco

Vasco

1
X
1
Chapecoense

Chapecoense

Maracanã 08/12/2019 16:00