Jornalista diz que não vê como principal para o Vasco arrumar um técnico

Publicado em 25/03/2020 12:35

O Vasco ficou sem técnico depois da saída de Abel Braga, que foi seguida da paralisação do futebol no Brasil devido à pandemia do coronavírus. Diferentemente do Cruzeiro, que anunciou seu novo treinador no início da parada, o clube cruz-maltino não definiu imediatamente seu novo comandante.

No podcast Posse de Bola #25, Mauro Cezar Pereira opina que a prioridade do clube deveria estar em sanar problemas financeiros, e não exatamente a contratação de um treinador, que faria com que o time de São Januário tivesse mais custos num período em que não arrecada devido à falta de jogos.

"Olhando pelo lado financeiro, cada mês sem técnico é um mês que não precisa pagar mais um profissional. E o Vasco não consegue pagar nenhum hoje. Isso não é uma gozação, é sério, você pega um salário de um técnico hoje, mesmo que não seja um técnico dos mais caros, um mês de salário para esse técnico poderia pagar os atrasados de parte dos funcionários, por exemplo, de boa parte dos funcionários que ganham menos", diz Mauro Cezar.

O jornalista cita entre as dívidas do Vasco o atraso em parte do 13º salário, motivo pelo qual os jogadores do clube fazem greve de silêncio e não estão concedendo entrevistas. Resolver as pendências seria mais urgente ao clube, uma vez que a paralisação deve dificultar a situação de quem está endividado.

"É uma situação atípica, absolutamente nova, diferente de tudo o que nós já vivemos. Então, acho que hoje não vejo como o principal para o Vasco arrumar um técnico, não. Acho que o Vasco tem que tentar resolver os seus problemas. A questão é: como? Ainda mais agora. Muito difícil, uma situação muito difícil, e essa vai ser a situação de muitos clubes no Brasil", finaliza Mauro.

Fonte: UOL Esportes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO VASCO

Vasco

Vasco

1
X
1
Chapecoense

Chapecoense

Maracanã 08/12/2019 16:00