Torcida

GDA emite nota de repúdio ao Consórcio Maracanã

Nós, da torcida Guerreiros do Almirante, repudiamos o tratamento diferente que o Consórcio Maracanã tem dado ao Club de Regatas Vasco da Gama.

Entendemos que os atuais administradores do estádio, as diretorias de Flamengo e Fluminense, praticam uma continuidade do boicote histórico ao Vasco. Todos sabemos os motivos que basearam a Resposta Histórica, documento essencial para a luta contra o racismo e para a profissionalização do futebol. Este boicote tem profundas raízes e se manifestou na proibição das faixas “DESDE 1898 O LEGÍTIMO CLUBE DO POVO” e “RESPEITO - IGUALDADE - INCLUSÃO” na partida contra o Cruzeiro.

Lembramos que o Vasco foi o primeiro campeão do Maracanã após conquistar o Carioca de 1950, o que nos deu o direito de escolher o lado direito da arquibancada. Desde então, o estádio se tornou a segunda casa dos vascaínos, sendo palco de grandes vitórias, três títulos brasileiros, golaços de Roberto Dinamite, festas inesquecíveis de nossa torcida, dentre outras façanhas do CRVG.

Após o imbróglio da reforma e privatização, o estádio voltou às mãos do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Logo, apesar da administração TEMPORÁRIA dos dois rivais, o Maracanã voltou a ser dos quatro grandes clubes cariocas, como também dos clubes de menor investimento e de todo cidadão do Rio de Janeiro.

Nossa torcida já demonstrou ser capaz, com quantidade e qualidade, de fazer lindas festas em São Januário, no Maracanã e em diversos estádios pelo Brasil. O que fica parecendo, com tais proibições dos rivais, é uma tentativa clara de não deixar que nós façamos do Maracanã o nosso caldeirão, algo que nenhuma torcida faz. Não entendem que o Vasco é dono do Maracanã tanto quanto os rivais que dizem prezar pelo gramado do estádio!

O MARACA É NOSSO DESDE 1950! 

Fonte: Facebook Guerreiros Do Almirante - GDA