Fabrício diz nunca ter sofrido tanta pressão como sofre no Vasco: "Nem 1%"

Publicado em 16/10/2018 17:04

Antes de fazer o cruzamento para o gol marcado por Pikachu, que iniciou a vitória do Vasco por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, domingo, em São Januário, Fabrício era mais uma vez vaiado intensamente pela torcida. Algo que virou comum após ele participar da famosa foto no Chile. Depois daquele episódio, ele perdeu espaço e quase saiu do clube, mas a chegada de Alberto Valentim marcou uma reviravolta.

Foto: Globoesporte.com Fabrício
Fabrício

O lateral passou a ser escalado no meio de campo e ganhou a vaga de titular. Mas a pressão ainda é grande, a maior que já viveu em sua carreira, mesmo tendo saído do Internacional depois de reclamar de atos racistas da torcida colorada. Ele afirmou que gostaria de levar seus familiares a São Januário nas partidas, mas o ambiente hostil impede.

- Minha esposa nunca veio a São Januário. Meu filho, a coisa que mais gosto de fazer... Mas com essa cobrança, eu o preservo bastante. Seguro a peteca sozinho. Minha esposa acompanha bastante. Meus pais em São Paulo ficam tristes, mas isso é coisa do futebol, é passageira. Eu já vivi isso no Inter, mas 1% só disso aí que aconteceu agora. Daquela vez me arrependo até hoje. Jamais vou fazer de novo. Estou bem tranquilo, só quero trabalhar e ajudar o Vasco.

Fabrício acredita que a cobrança da torcida é desproporcional, mas disse estar pronto para lidar com a situação.

- Eu já estava preparado para isso. Se outro do elenco errar, não é a mesma cobrança que tem comigo. Estou calejado. Não postei foto, não confrontei a torcida, mas sabia que teria consequências - disse o jogador.

Contra o Cruzeiro, Fabrício passou a ser vaiado ainda no primeiro tempo. No intervalo, Alberto Valentim confessou que ia tirá-lo, mas mudou de ideia após um pedido do capitão Ramon.

- No túnel o Ramon já falou que eu não ia sair. Eu disse que se fosse para ajudar o time não teria problema. Não sabia se ia fazer gol, só queria ajudar. Pego pouco na bola, mas tenho que fazer algo quando pego. Combinamos no vestiário que iriamos comemorar o gol juntos. Entramos de mãos dadas, ideia do Alberto - contou Fabricio.

Fabrício completou 18 jogos pelo Vasco, 16 deles como titular. O Vasco, 14º colocado com 34 pontos, enfrenta o Sport no próximo sábado, às 19h, na Ilha do Retiro.

Site oficial do Vasco

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO VASCO

Vasco

Vasco

X
Corinthians

Corinthians

Arena Corinthians 17/11/2018 18:00
DEIXE SEU PALPITE
Vasco

Vasco

1
X
1
Atlético-PR

Atlético-PR

São Januário 11/11/2018 18:00