Futebol

Ex-Vasco, Ramon revela 'cobrança' sofrida até em lanchonete

2

24 de dezembro de 2020. Essa foi a data que Ramon escolheu para anunciar sua aposentadoria do futebol. O jogador, que entrou em campo 136 vezes com a camisa do Vasco optou por encerrar a carreira devido às seguintes lesões no joelho.

Em entrevista ao canal Pilhado, o agora ex-jogador abriu o jogo sobre os dois anos que ficou sem entrar em campo por conta da lesão. Ramon criticou a forma como alguns torcedores o cobravam publicamente.

"Hoje em dia, torcedor acha que é dono de jogador. No domingo de folga, não podia estar na praia estar com a minha família, não posso estar na piscina e postar uma foto. Se eu estou na comunidade comendo um churrasquinho, não posso. Eles falam como se fossem nossos donos. Se eu estiver mal no campo, me cobra lá. Mas, estou com a minha família almoçando, com minha filha. Falar gracinha com meus pais? É que eu sou educado, mas se é outro maluco, sai na porrada", começou por afirmar, antes de detalhar um episódio triste vivido ao lado da esposa em um restaurante fast food.

"Eu estava com minha família, em um fast food aqui perto, onde eu moro. Era um sábado, 23h30. Pegamos o carro e fomos. Estava na fila e fiz meu pedido, ele me olhou: 'recuperar o joelho você não quer, né? Mas comer hambúrguer você quer'. Eu me travei, a Marina já começou a xingar. Cara, assim. Eu, idiota, voltei no mesmo lugar três finais de semana depois. A Marina olhou e falou: 'é você, né?'. Ele falou: 'Claro, fica de boiolagem no joelho'. Rapaz, aí eu... só que eu não vou querer sair na porrada. Chamei o gerente, falei quem eu era, que estava machucado há quase dois anos. Falei: 'Engraçado, se eu falo que ele é isso, isso e aquilo, iam me filmar".

"A minha filha mora no Espírito Santo. Ela, vindo para cá, perguntou quando eu voltaria a jogar. Eu falei que estava treinando. Aí, ela respondeu: 'Lá na escola estão falando que você não vai voltar a jogar porque você está muito bichado'. Uma criança de sete anos falar uma coisa dessa? Ela deve ter escutado muita coisa. Será que as pessoas não tem noção? Os pais, os alunos, não tem senso de falar para uma criança de sete anos que o pai dela está bichado? Isso que me deixa p*&%", finalizou.

Ao todo, Ramon teve duas passagens pelo Vasco. A primeira, entre 2009 e 2011, quando conquistou a Série B e a Copa do Brasil. A segunda, entre 2017 e 2018, quando conseguiu a classificação para a Conmebol Libertadores.

Revelado pelo Internacional, Ramon também teve passagens, no Brasil, por Corinthians e Flamengo. Na Europa, defendeu as cores dos turcos Besiktas e Antalyaspor.

Fonte: ESPN Brasil