Basquete: Jorge Veríssimo fala sobre a temporada

Publicado em 19/03/2019 19:28

A temporada do Vasco da Gama está longe do ideal, até o momento o recorde da equipe é de 5 vitória e 19 derrotas. Para termos uma ideia, na temporada passada o time terminou a temporada regular com 12 vitórias e 16 derrotas. Atualmente ainda falta 2 rodadas para o time vascaíno encerrar a primeira fase do campeonato, lembrando que esse ano tem uma equipe a menos no NBB, e a briga não parece ser por playoff e sim para fugir do rebaixamento.

Para poder falar um pouco sobre esse final de temporada, eu pude conversar com o Vice-presidente de Quadra e Salão, Jorge Veríssimo. Ele é ortopedista e traumatologista, sócio desde 1988 e foi conselheiro do clube entre 2012 a 2014. A sua ligação com o basquete vem desde o fim da década de 90 e início dos anos 2000, quando foi o médico do timaço comandado pelo técnico Hélio Rubens campeão de tudo. Aos 62 anos, é casado e pai de dois filhos que já defenderam o basquete do Vasco.

Na entrevista que fiz com ele, falamos sobre o desempenho do Vasco e alguns temas que muitos torcedores acabam me perguntando nas redes sociais. Confira como foi o nosso bate papo.


Felipe Souza – Um dos pontos que mais discutidos na temporada passada e nessa, foi a questão do patrocínio. O que o senhor acha que impediu o Vasco em fechar alguma parceria para o basquete? E o que fazer de diferente para o futuro?

Jorge Veríssimo – Houve sequelas das turbulências políticas que acabaram afetando a aquisição de patrocinadores, em pelo menos duas oportunidades.

Na primeira oportunidade com patrocinador, houve o episódio da tentativa de ocupação da presidência pelo vice, na viagem do Presidente Campello. Acabamos perdendo este patrocinador, que ao ver a celeuma se afastou. Na segunda oportunidade, o conselho negou na primeira tentativa o empréstimo solicitado pela presidência e isto colocou em dúvida a participação do time na NBB e acarretou na saída do Holloway, que era um pilar em torno do qual o time foi montado.

Depois tínhamos conseguido dois patrocinadores e as negociações praticamente encerradas, quando veio a tentativa de anular as eleições feita pelo Julio Brant, e mais uma uma vez perdemos os patrocinadores, assustados com a repercussão do problema! Vamos continuar a procurar patrocinadores e esperamos que desta vez as brigas políticas não interfiram!

Felipe – Nessa temporada, alguns jogadores saíram antes terminar o contrato. Como o Holloway, Freelove, Muldrow, Stocks e Okorie. O senhor se arrepende de ter contratado os americanos?

Jorge – Não me arrependo da tentativa com os americanos. O Holloway saiu por não suportar a dúvida da permanência ou não na NBB, Freelove apresentou problemas de documentação e foi dispensado. Sam não se adaptou aos treinos, ao país e pediu demissão. Os outros dois receberam propostas e em comum acordo com os empresários pediram demissão e foram para outros clubes.

Felipe – Com o NBB 11 chegando ao fim e o Vasco se mantendo na divisão de elite, o projeto continua no ano que vem? Se sim, tem apoio da diretoria do clube?

Jorge – A diretoria do clube apoiou a nossa permanência na NBB, o que só aconteceu por decisão direta do Presidente e permanece apoiando o basquete do clube. O projeto permanecerá!

Felipe – Se o senhor pudesse falar com cada torcedor vascaíno, qual mensagem o senhor gostaria de enviar?

Jorge – Aos torcedores do clube eu digo que apesar dos fatos acima, que não servem de desculpas, a responsabilidade pela má campanha é desta vice-presidência. Fui testemunha de que a comissão técnica trabalhou nos seus últimos limites, com todos estes problemas relatados, em vários jogos fomos derrotados por bolas vencedoras no último segundo e em pelo menos um jogo houve infelicidade de arbitragem (Ceará no returno).

Tínhamos nesse ano uma verba muito menor e quando assumimos, sabíamos das dificuldades que seriam encontradas, mas enfrentamos todas elas, pois não disputar a NBB traria sérias consequências para o futuro do basquete vascaíno! Não estamos contentes com as derrotas, e faremos uma melhor campanha , com a melhora das verbas através de patrocínios que estão sendo negociados! Participei de uma era que ganhava tudo, e isto aumenta a razão da torcida em estar insatisfeita e esta torcida é o verdadeiro patrimônio do clube e temos de respeitar sua amargura com esta campanha! Continuaremos a trabalhar diariamente dentro do clube como tem sido desde maio de 2018 e temos esperança que desta vez nada atrapalhe nosso desempenho!

Fonte: Blog do Souza

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO VASCO

Vasco

Vasco

X
Flamengo

Flamengo

Maracanã 21/04/2019 16:00
DEIXE SEU PALPITE
Vasco

Vasco

0
X
2
Santos

Santos

Vila Belmiro 17/04/2019 19:15