Basquete: André Barbosa se pronuncia após demissão

Publicado em 06/03/2018 09:53

"Entramos focados em buscar o título do NBB". A frase de André Barbosa em sete de novembro do ano passado ainda serve para o Vasco, mas não mais para o treinador. Demitido do Cruz-Maltino na segunda-feira, o comandante escolheu não dar entrevistas nesse primeiro momento. Através de sua assessoria de imprensa, informou que a saída do clube foi de uma forma saudável e lamentou que sua passagem tenha terminado bem diferente da forma que projetou. No último ato como técnico, viu o Vasco, que segue com atrasos salariais, ser atropelado pelo Paulistano por 102 a 59.

- Minha passagem termina de uma maneira muito diferente da que planejamos e muito distante do que sonhei para esse projeto. Tenho consciência de que no esporte resultados levam a mudanças de caminhos, por isso respeito a decisão tomada pela diretoria do Vasco de que o melhor para o clube no momento era seguir outro rumo. Agradeço o respeito que fui tratado do primeiro ao último minuto em que estive no clube - disse Dedé.

De fato, não só Dedé, mas os vascaínos esperavam um ano melhor - ao menos até o momento. O time foi completamente remontado para o NBB, com a chegada de Fúlvio, Giovannoni, Gui Deodato, Lucas Mariano, Renato, Gustavo, Dedé, Hayes, e manteve David Jackson e Nezinho. No primeiro teste, a equipe conseguiu o título do Torneio de Minas, competição amistosa contra Flamengo, Botafogo, Minas, Basquete Cearense e Vitória. Daí em diante, contudo, o Vasco não decolou.

A estreia no NBB foi com derrota para o Minas e não demorou para vazar a informação de que o clube havia atrasado o salário dos atletas. O débito chegou a três meses e fez com que o americano David Jackson deixasse de entrar em quadra e de treinar em São Januário. A eleição no clube e a polêmica saída de Eurico Miranda também prejudicou o basquete naquele momento.

Com a nova diretoria em ação, assumiu a vice-presidência de quadra e salão o experiente Luiz Ferreira. A promessa era de quitar os salários e a chegada de um patrocinador. Um mês foi pago, mas a parceria não chegou e os débitos seguem. Em 24 jogos pelo NBB, o Vasco perdeu 14 e venceu dez. É apenas o 11º, só uma posição acima do corte dos playoffs. De favorito ao título, o Cruz-Maltino agora tenta se reencontrar nessa reta final. Elenco existe, mas o time parece não ter dado liga até agora, o que Dedé confessa em seu comunicado, ele ainda tenta entender.

- Tive a oportunidade de liderar um grupo com pessoas escolhidas por mim, e da convivência com elas levo a maior riqueza desse período. Nos próximos dias, longe das quadras e da rotina de jogos, terei a oportunidade de avaliar com calma os motivos do projeto não ter alcançado os objetivos que planejei. Tenho certeza que terei muitas e novas lições desse momento que vai me tornar mais preparado para os próximos desafios - finalizou André Barbosa.

Com Christiano Pereira no comando, o Vasco encara o Caxias do Sul nesta terça-feira, pelo NBB, em São Januário, às 20h. Após um ano e dois meses, o Cruz-Maltino entra em quadra sem Dedé no banco de reservas. Como será? Só o tempo dirá.

GloboEsporte.com

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO VASCO

Vasco

Vasco

X
Bahia

Bahia

São Januário 16/07/2018 19:30
DEIXE SEU PALPITE
Vasco

Vasco

1
X
3
Internacional

Internacional

Beira-Rio 13/06/2018 21:45